Instalada na IEMA – Incubadora de Empresas do Município de Aveiro desde janeiro 2018, a AREADOBRAS ® presta serviços de engenharia para uma construção sustentável, através da promoção de conceitos e sistemas de eficiência energética. Em entrevista ao CEO da empresa, Ricardo Tavares, ficámos a conhecer um pouco mais este projeto empresarial e as suas vantagens competitivas.

 

Quando questionado sobre o motivo que o levou a criar o seu próprio emprego, Ricardo Tavares recorda o período em que viveu e trabalhou no estrangeiro e onde identificou que a qualidade das habitações, mais confortáveis e eficientes, era determinante na qualidade de vida das pessoas. Assim, apercebeu-se que em Portugal era possível mudar o paradigma da construção e contribuir para a qualidade de vida das pessoas através da valorização de uma série de fatores em cadeia: valorizar o ambiente pela utilização de materiais mais eficientes, energeticamente; valorizar as pessoas ao permitir que habitem ou trabalhem em edifícios mais sustentáveis e, com isso, economizem dinheiro e, por fim, valorizar os imóveis em termos de investimento.

 

A identificação de um problema/necessidade foi determinante para que o Ricardo Tavares criasse a AREADOBRAS ®.

 

Sobre as vantagens competitivas que a AREADOBRAS ® oferece, Ricardo Tavares foi perentório ao referir que em termos de serviços, a AREADOBRAS ® permite aos seus clientes terem soluções “chave mão” uma vez que acompanham os processos desde o início, desde do desenho/projeto/especialidades, ao fornecimento do material e até ao acompanhamento em obra. Por outro lado, a AREADOBRAS ® detêm a representatividade nacional de materiais construtivos (sistemas de impermeabilização e blocos térmicos) que permitem aos seus clientes beneficiarem de edifícios mais sustentáveis e, com isso, reduzirem a sua fatura energética. Sobre isto, Ricardo Tavares conclui ainda que a AREADOBRAS ® “não vende materiais mas sim conceitos de eficiência energética”.

 

Relativamente às mais-valias de estar inserido na Incubadora, o Ricardo Tavares refere que a inserção neste ecossistema permite à empresa obter uma série de aconselhamentos/orientações para que possa crescer de forma mais ponderada, através de diversos apoios que a incubadora presta: assessoria jurídica, apoio ao modelo de negócios, estratégia de comunicação e apoio a candidaturas.

 

Este apoio faz, sem dúvida, diferença no crescimento de um negócio e é precisamente por isso que a incubadora pretende conhecer quais os desafios que a empresa enfrenta atualmente, de forma apoiar o seu desenvolvimento. Em resposta a isto, Ricardo Tavares refere que existem demasiados paradigmas instalados no setor da construção em Portugal que é ainda, por norma, um setor bastante tradicional (associado à imponência do betão). É um setor que está a mudar, fruto das tendências governamentais (certificação energética) mas, mesmo assim, existe ainda a constante necessidade/desafio de comprovar as vantagens competitivas e ecológicas da aplicação dos materiais que a empresa promove.

Outro grande desafio da AREADOBRAS ® é crescer de forma sustentável para que possa oferecer aos seus clientes outros serviços diferenciadores (domótica e sistemas inteligentes).

 

Por fim, questionámos o Ricardo Tavares sobre os conselhos daria a alguém que se quer tornar empreendedor, ao que ele referiu a célebre frase de Alberto Einstein “o único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário”. Assim, destacam-se os seguintes conselhos para empreendedores:

  • Que arrisquem, sem medo de sair da sua zona de conforto e que acreditem: neles próprios e no projeto. Com base nisso, que sejam resilientes para aguentar as “pancadas”.
  • Que apostem em aspetos diferenciadores. Se querem investir em algo, que sejam inovadores e que apostem em algo que crie valor para o bem comum.